Por Que o Google Está Investindo US$ 168 Milhões em uma Fazenda Solar Gigante

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on Facebook0

Em 2008 o Google anunciou que estava investindo US$ 10 milhões na construção de sistemas solares térmicos, patrocinando a BrightSource Energy. O Google tem o hábito de investir em empresas impressionantes (TechnoServe, eSolar) e estranhas. Então não é surpreendente saber que a BrightSource concluiu US$ 1,6 bilhões em empréstimos do Departamento de Energia dos EUA, bem como um investimento de US$ 168 milhões do Google – tudo para construir o maior projeto de energia solar do mundo.

Quando for concluído, em 2013, o Sistema de Geração Elétrica Solar Ivanpah, baseada no deserto de Mojave, enviará cerca de 2.600 megawatts de energia rede, duplicando a quantidade de energia solar térmica produzida nos EUA e gerando eletricidade suficiente para 140 mil casas na Califórnia, quando estiver operando em plena capacidade.

Este não será um conjunto de painéis fotovoltaicos, aqueles que você vê no telhado do vizinho. O sistema solar termal consiste em milhares de espelhos que refletem a luz solar em uma caldeira cheia de água, criando um vapor que gira uma turbina e gera eletricidade. É mais barato do que os painéis solares convencionais, mas tão confiável quanto. O sistema Ivanpah vai um passo além da conversão de vapor em água, permitindo o uso de 95% menos água do que outros sistemas solares térmicos.

É o tipo de coisa criativa que o Google faz. “Estamos animados para fazer o nosso maior investimento em energias limpas até o presente momento. Com este investimento, estamos ajudando a implantar a primeira usina comercial de uma tecnologia solar potencialmente transformadora capaz de fornecer energia limpa em grande escala”, disse Rick Needham, Diretor de Operações de Negócios Verdes do Google, em um comunicado. “Ivanpah será o maior projeto de torre de energia solar do mundo, capaz de produzir eletricidade limpa eficiente de qualquer planta de energia solar térmica. Esperamos que ele possa servir como prova e estimule novos investimentos nesta tecnologia emocionante.”

Esta não é apenas uma doação. Quando o Google faz um investimento, quer ganhar dinheiro. A BrightSource já tem um acordo para vender a energia gerada na Ivanpah para a PG&E e Southern California Edison. Tudo indica que até 2013, a indústria de energia solar terá franca expansão e, o Google vai faturar bonito em cima dos watts limpos. Lembre-se que o Google já tem uma empresa de energia. Esta é apenas mais um item na carteira.

Há ainda uma coisa que poderia impedi-los: tartarugas. A BrightSource já foi obrigada a reduzir o projeto devido a preocupações sobre a segurança das tartarugas no deserto. É um problema que vai continuar a perturbar a enorme quantidade de empresas trabalhando em projetos solares no Mojave – e provavelmente a única coisa que pode tornar o Google lamentar o seu investimento.

Via: Fast Company

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on Facebook0

You may also like...

Tem algo a acrescentar? Compartilhe nos comentários.