Operação Cavalo De Tróia

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on Facebook0

Provavelmente muitos já ouviram falar deste título. Este é o título de uma série de 8 livros que contam a saga de um Major da Força Aérea Norte Americana, que participa de um projeto militar ultra secreto, denominado Operação Cavalo de Tróia e que teria sido realizado em Israel, no ano de 1973.

Nesta aventura, o Major é colocado em uma espécie de máquina do tempo e enviado ao ano 30 de nossa era. Sua missão é acompanhar os últimos passos de Jesus de Nazaré na terra.

Quem teve a oportunidade de ler, certamente dirá que é uma história fascinante, o que eu também concordo, principalmente depois de ler todos os 8 volumes.

Mas como a finalidade deste post não é de fazer propaganda, vamos ao ponto onde quero chegar.

Se perguntarmos para qualquer pessoa sobre a possibilidade de um “projeto” destes ser real, provavelmente todos dirão que, na atualidade, isto seria impossível.

Bom, se partirmos deste princípio, podemos afirmar categoricamente que a história narrada nos 8 volumes não passa de pura Ficção.

O problema todo está neste ponto. O autor dos livros, J.J. Benitez, afirma o contrário.

Nos livros, em vários pontos da narrativa, ele faz questão de salientar que não é uma história “inventada”, que não é simples ficção. E repete esta postura em entrevistas, onde ele confirma e insiste nestas afirmações.

O que será que o autor está esperando com este tipo de atitude? Se tudo não passa de uma simples história de ficção, qual o motivo para ele insistir em negar isto? Ou será que existe uma mínima possibilidade, por menor que seja, do autor estar falando a verdade?

E as especulações relacionadas ao “Livro de Urântia”, em que o autor é acusado de plágio. As acusações são de que, não somente os “Cavalos de Tróia”, mas outras publicações do autor também foram inspiradas neste “Livro de Urântia”.

Segundo o autor, a saga deve terminar no próximo volume (Volume 9), que deverá ser lançado este ano. Será que ele reserva alguma surpresa para os leitores.

Lendo o primeiro volume, onde estão as principais informações e explicações sobre como foi possível realizar este projeto, podemos chegar a uma conclusão interessante:

-As explicações, apesar do alto grau de utopia, no final acabam extremamente coerentes e fazendo muito sentido. Com isto, muitos dos que lêem o livro, acabam confusos e se perguntando: Será real?

Em muitos filmes de ficção mais antigos (principalmente da década de 80), muitas das coisas que não passavam de “ficção” na época, hoje já são coisas que fazem parte de nosso cotidiano. A mesma coisa acontece em “Cavalo de Tróia”.

O primeiro volume foi lançado em 1987. Muitos itens e recursos descritos no livro, e que na época eram pura ficção, já se tornaram realidade dos dias de hoje: nanotecnologia, micro câmeras de alta resolução, unidades de armazenamento de dados de grande capacidade, que hoje encontramos em cartões de memória do tipo SD e pen drive.

Mas muitas outras coisas, descritas no livro, ainda continuam completamente fora de nossa realidade. Pelo menos até onde nós, simples mortais, temos conhecimento.

Acho que só nos resta esperar para ver.

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on Facebook0

You may also like...

Tem algo a acrescentar? Compartilhe nos comentários.