5 Erros de Web Design que Pequenas Empresas Cometem

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on Facebook0

1. Navegação ruim

Muitas pequenas empresas falham em tornar a navegação uma prioridade, mas sem muita atenção ao modo como as pessoas navegam no seu site.

Sem querer você pode criar uma experiência frustrante para qualquer visitante em potencial. As pessoas visitam seu site para obter informações específicas, e se elas não conseguem achar com facilidade, irão rapidamente para outro lugar, deixando a impressão de que seu negócio é desorganizado, mais do que apenas o seu website.

Uma boa estrutura de navegação deve ser transparente e manter visitantes em seu site por mais tempo, o que significa potencialmente mais leitores, assinantes, vendas ou vantagens – seja qual for o seu principal objetivo.

A navegação do site afeta tanto a usabilidade e acessibilidade, por isso é importante torná-la uma preocupação primordial.

A maioria dos sites e blogs usam técnicas de navegação comuns que são esperadas pelo visitante médio.

As páginas e seções do site devem ser fáceis e lógicas para os visitantes utilizarem. Não faça seus visitantes pensarem sobre como navegar em seu site, a navegação deve ser fácil e natural.

Princípios para criar uma estrutura de navegação eficaz

:

  • Use ícones para o auxílio navegação. Eles são visualmente atraentes e fáceis de usar e entender;
  • Crie grupos lógicos de links relacionados, com os links mais importantes na barra de navegação superior e funcional (painel, conta, configurações, etc) e jurídica (direitos autorais, privacidade, termos) localizados em outro lugar;
  • Forneça informações de localização para que os usuários saibam onde estão em qualquer página e como proceder para outra área do site. Isto pode ser conseguido usando a navegação Breadcrumb.

Erros comuns de webdesing

2. Nenhuma chamada clara para a ação

O erro fundamental de muitos sites de pequenas empresas é a falta de um claro apelo ação.

Nós todos conhecemos sites de pequenas empresas que não levam a nada, mas contém intermináveis ​​parágrafos descritivos. Se você não está levando os usuários a comprometer-se a uma ação (comprar um produto, entrar em contato com você ou se inscrever, por exemplo), então você irá perdê-los.

Direcionar o tráfego para o seu site é importante, mas esse tráfego é inútil se a sua chamada para uma ação principal é um simples link de “clique aqui” enterrado num mar de texto.

Botões de chamada ação são uma ótima maneira de atrair a atenção do usuário, e esses botões podem ser a chave para conversões mais elevadas. Investir tempo e paciência para criar as chamadas para uma ação bem sucedida pode ajudar os usuários a se orientar e atender s suas necessidades, alcançando seus próprios objetivos de negócio.

Melhores práticas ao criar uma chamada ótima para a ação

  • O projeto de uma chamada ação pode ser dividido em 4 elementos simples: tamanho, forma, cor e posição. Cada um desempenha um papel vital na determinação de como está o grau de eficácia da chamada para a ação em direcionar o usuário;
  • Não faça os usuários trabalharem ou pensarem, ou eles vão embora. Não é que eles não são inteligentes, é que eles querem ter acesso a informações de forma rápida, sem gastar tempo desnecessário procurando por elas;
  • Não exagere com múltiplos concorrentes de chamada ação em cada página. Decida qual seu principal alvo, e então defina um objetivo claro por página. Seu conteúdo deve responder: “O que está aqui para mim?” e sua chamada ação deve responder: “O que eu faço agora?”.

3. Cor e Contraste

Cor e contraste não estão geralmente no topo da lista de prioridades para um pequeno empresário quando se trata de criar um site. Mas deveriam estar, porque se o texto do site não tem contraste suficiente em relação ao seu fundo, as pessoas vão ter dificuldade em ler o seu conteúdo, especialmente as pessoas com baixa visão ou cegueira de cores.

Além da simples leitura, cor e contraste são importantes porque podem ser usados ​​para criar o interesse visual e direcionar a atenção do usuário.

Pode também ser eficaz na organização e definição do fluxo e da hierarquia de uma página e, é portanto, um princípio essencial prestar atenção durante o processo de design.

  • Utilizando uma ferramenta gratuita de Contraste de Cor (que estão de acordo com os padrões aceitos) você pode facilmente verificar como o contraste no seu site será medido;
  • Pesquise como os maiores sites usam a cor e o contraste para melhorar a legibilidade e destacar seções específicas, e use esse conhecimento para experimentar esquemas de cores;
  • Uma das melhores maneiras para melhorar o contraste é criando diferenças de tamanho entre os elementos, fazendo com que algumas coisas pareçam maiores do que outras. Isto funciona especialmente bem dentro de um esquema de cores mínimo, e isso significa que você não tem que necessariamente depender da cor.

Como fazer um bom site

4. Conteúdo, conteúdo, conteúdo

Pessoas visitam o seu site pelo seu conteúdo, e como ele é estruturado é um grande fator para seu sucesso ou fracasso.

Infelizmente, um número esmagador de empresas de pequeno porte sobrecarregam o usuário com informações e ignoram como essa informação é apresentada.

A maioria das pessoas não lê a menos que seja absolutamente necessário, e elas preferem fazer uma varredura através das informações de forma rápida para chegar até os pontos de interesse. É por isso que é tão importante estabelecer uma hierarquia forte de conteúdo visual que os usuários possam verificar rapidamente no seu site e analisar as informações relevantes. A hierarquia de conteúdo lógico também atua como um guia para cada página e cria uma experiência mais agradável para o usuário.

Ajude o leitor a se concentrar no conteúdo

  • O espaço em branco é possivelmente o fator mais importante a considerar. Isso permitirá que o usuário se concentre no conteúdo significativo dentro de cada seção;
  • Quebre longos pedaços de informações em blocos de digestão de texto, utilizando títulos, subtítulos, marcadores, citações e parágrafos;
  • Conteúdo legível é importante, então use uma boa altura de linha que seja grande o suficiente para tornar os conteúdos visualizados rapidamente. Margens e espaçamento entre letras também precisam ser levados em consideração.

Quando se fala em conteúdo, escrita e gramática não podem ser subestimadas.

5. Desordem

Muitos proprietários de pequenos negócios tendem a colocar o máximo de informações em uma única página – o resultado final é uma página ocupada, confusa e ilegível.

Quanto mais itens estranhos existentes em uma página web, mais ela parece pouco profissional, tornando-a muito cheia, confusa e perturbadora para o usuário.

Um site desordenado também afetará o tráfego, porque os visitantes não voltarão se eles não puderem compreender ou acompanhar o conteúdo, o que leva baixa densidade de tráfego, uma alta taxa de rejeição e, eventualmente, um pobre “Page Rank” no Google.

A desordem também se aplica s imagens. Muitas podem ser uma grande distração e simplesmente irritantes. As imagens devem ser usadas para ilustrar, captar a atenção e orientar o usuário onde são exigidas.

Organize o site para o visitante

  • Desafie cada item em cada página e pergunte: “Será que realmente ele precisa estar lá? Será que serve a um propósito específico? Posso viver sem ele?”;
  • A chave é ajudar o visitante a encontrar a informação que está procurando, por isso certifique-se de diferenciar áreas de conteúdo, anúncios e promoções;
  • Priorize o seu conteúdo e decida o que é o mais importante para o visitante e o cliente em potencial – e venda-o bem;
  • Mesmo o melhor conteúdo podem ser perdido em uma confusão de palavras e gráficos, assim a ordem é essencial.

Estes são apenas cinco exemplos de erros em web design que muitas pequenas empresas fazem. Que outros erros você percebeu em sites de pequenas empresas?

Via: Mashable

Gostou deste artigo? Agradeça divulgando:Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on Facebook0

Jack

Blogueiro, criador do ConteAqui. Escrevo para trazer informação e entretenimento.

You may also like...

Tem algo a acrescentar? Compartilhe nos comentários.